Carlos Roberto -  CRS Palestrante

A vida,  os sentimentos e impressões em prosa e verso

Textos

BARQUINHO DA ESPERANÇA

Aquele barquinho que desliza em águas calmas,  tendo por testemunha um sol radiante, já foi açoitado por grandes vendavais e tempestades sem conta. Já esteve prestes a ir a pique, mas lá está ele com suas velas brancas e drapejantes, ao ritmo da brisa.

Sei que mais dia menos dia outras turbulências aparecerão, mas confio que ele sairá sobranceiramente, afinal o barquinho da esperança nunca deixa ninguém frustrado e certamente chegará ao seu destino.

Carlos Souza
Enviado por Carlos Souza em 24/05/2008
Alterado em 13/07/2008


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras